Blog SEO DIGITAL

Atualize-se sempre!
Pensando como o Google

Pensando como o Google

06.01.2016.

Pensando como o Google para angariar novos visitantes organicamente para o seu site

A otimização de sites é um conjunto de práticas e técnicas para posicionar organicamente (sem pagar anúncios) um site nas primeiras páginas em mecanismos de busca, como o Bing e o Google, atualmente os maiores do mundo. No entanto, é necessário entender a lógica do funcionamento destes sistemas e pensar como eles para trazer qualidade ao conteúdo do site e torná-lo relevante na web. Isso quer dizer que para aparecer na internet e vender seus serviços e/ou produtos, é necessário pensar como Google, priorizando um conteúdo de excelência por meio das técnicas de SEO, nossa principal especialidade.

A lógica do Google, apesar de simples, é um pouco complexa. Você já deve ter pensado que este buscador é muito inteligente, uma vez que às vezes parece até a adivinhar o que você está pensando, não é mesmo? Só que por trás desta adivinhação existe uma engenharia computacional altamente sofisticada, desenvolvida e aperfeiçoada constantemente por pessoas para tornar este sistema, que nada mais é do que um software de computador, em uma inteligência artificial cada vez mais perfeita. Este sistema é capaz de fazer cálculos ultra-complexos em questões de segundos, de reunir, comparar e tratar diversas informações e trazer como resultados o que há de mais próximo e exato para as pesquisas que você faz. No entanto, o Google não tem opinião e não acha nada, apenas calcula e responde ao que você procura. É um software programado por pessoas que traz as informações por meio de uma lógica algorítmica, pré-determinada.

O foco aqui está no fato de que os profissionais responsáveis pela criação, manutenção e atualização deste software têm interesses e cabe a nós saber o que estas pessoas pensam sobre o que é um bom resultado de busca orgânica e sobre o que é um conteúdo de excelência por meio das técnicas de SEO.

O que não podemos encontrar no Google?

O Google é uma empresa liberal, ou seja, que não tem ideologias e opiniões formadas sobre nada, apenas responde ao que você procura de forma totalmente objetiva e robótica. No entanto, tem a filosofia de conciliar todas as ideologias, opiniões, manifestações, conteúdos e ideias em um só lugar para poder lucrar e crescer. Isso porque não faz distinção de sexo e orientação sexual, classe social, cor, preferências políticas e religiosas e nada que possa gerar conflitos entre as pessoas.

O motivo disso? Simples. O público do Google é o mundo todo, qualquer pessoa que tenha acesso à internet é um potencial público e usuário do buscador. Seja ateu, religioso, político de esquerda, direita, centro, apolítico, homossexual, bissexual, heterossexual, transexual… nada disso importa, são todos internautas e todos usuários do sistema. Desta forma, a missão do Google é trazer a informação de que a pessoa precisa, a informação que ela quer e de acordo com a sua crença pessoal, não de acordo com a crença ou opinião do Google, do estado, do dono da empresa ou de qualquer grupo.

No Google, praticamente não há censura de conteúdo e é possível encontrar material hacker, apologia de drogas, pornografia e muitas coisas que podem ser consideradas imorais. O Google irá permitir encontrar, nem que seja a título de informação, absolutamente tudo que não fira as leis vigentes, ou seja, basicamente não existem restrições nas buscas e é justamente por causa disso que o Google é sinônimo de Internet: ali se encontra absolutamente de tudo.

Por que o Google enfatiza tanto o conteúdo e os links?

É aqui que mora a mina de ouro. Não adianta ter um site se ele não aparece na internet e não te traz resultados, certo? Afinal, você não tem um site por satisfação pessoal ou porque gosta, você investe tempo e dinheiro nele para lucrar, ter visitantes e se tornar conhecido, na região onde atua e talvez no mundo todo, já que a internet não tem fronteiras. Hoje, ter um site e não aparecer no Google é o mesmo que não ter um site e o Google adora conteúdo de excelência e referências. Sites simples, com muito conteúdo em texto e que recebem referências em forma de link têm muito mais chances de ficarem bem posicionados organicamente nas buscas do Google.

Isso quer dizer que o design do site, uso de imagens e tecnologias como flash, além de deixá-lo mais pesado, não são atrativos para o Google, muito pelo contrário, pode acabar rebaixando o posicionamento da sua empresa na web. O Google gosta mesmo é de conteúdo de excelência, texto bem explicado e desenvolvido, coerente e que venda serviços e/ou produtos de forma clara e objetiva. O motivo disso? Talvez porque os fundadores do Google, Larry Page e Sergey Brin, sejam dois acadêmicos e leitores vorazes de teses sobre o assunto. No mundo das técnicas de SEO, costumamos dizer que o conteúdo é o rei.

Outra coisa muito curiosa, e que está no coração do Google, é a maneira de avaliar a qualidade de um site ou página em relação aos links recebidos. No mundo acadêmico a relevância de um autor é medida geralmente por quantas vezes suas teses, monografias e papers são citados e é justamente a mesma coisa que faz um site ficar bem posicionado!

Fazendo SEO, não é diferente: para ter relevância no Google, seu site precisa ter conteúdo vasto sobre algum assunto e receber links de sites que também receberam muitos links.

No próximo post vamos falar sobre como tratar o Google de maneira objetiva. Até a próxima!

Share This:

Author: